LIVRO DAS PERGUNTAS

I
Porque é que os imensos aviões
não passeiam com os seus filhos?
Qual é o pássaro amarelo
que enche o ninho de limões?
Porque é que não ensinam a tirar
mel do sol aos helicópteros?
Onde é que a lua cheia deixou
o seu saco nocturno de farinha?

II
Se já morri e não me dei conta
a quem perguntarei a hora?
De onde tira tantas folhas
a Primavera de França?
Onde pode viver um cego
perseguido por abelhas?
Se se acabar o amarelo
com que é que vamos fazer o pão?

III
Diz-me, a rosa está nua,
ou só tem esse vestido?
Porque é que as árvores escondem
o esplendor das suas raízes?
Quem ouve os remorsos
do automóvel criminoso?
Haverá algo mais triste no mundo
que um comboio imóvel na chuva?

IV
Quantas igrejas tem o céu?
Porque não atacará o tubarão
as impávidas sereias?
Conversará o fumo com as nuvens?
É verdade que as esperanças
se devem regar com orvalho?

V
Que guardas na tua bossa?
perguntou o camelo à tartaruga.
E a tartaruga perguntou:
E tu, que conversas tens com as laranjas?
Terá mais folhas uma pereira
que em Busca do Tempo Perdido?
Porque se suicidam as folhas
quando se sentem amarelas?

Pablo Neruda

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s