Começando o ano com Mário Quintana

"Há 2 espécies de chatos: os chatos propriamente ditos e … os amigos, que são os nossos chatos prediletos."

O luar, é a luz do Sol que está sonhando

O tempo não pára! A saudade é que faz as coisas pararem no tempo… …

os verdadeiros versos não são para embalar, mas para abalar…

A grande tristeza dos rios é não poderem levar a tua imagem

A alma é essa coisa que nos pergunta se a alma existe

Inscrição para um portão de cemitério: A morte não melhora ninguém
Interesse é um ponto de exclamação ou de interrogação no final do sentimento
Intuição é quando seu coração dá um pulinho no futuro e volta rápido
Já trazes ao nascer a tua filosofia. As razões? Essas vêm posteriormente, Tal como escolhes, na chapelaria, A fôrma que mais te assente
Lembrança é quando, mesmo sem autorização, seu pensamento reapresenta
Livros não mudam o mundo, quem muda o mundo são as pessoas
Lucidez é um acesso de loucura ao contrário
Mas o que quer dizer este poema? – perguntou-me alarmada a boa senhora E o que quer dizer uma nuvem? – respondi triunfante. Uma nuvem – disse ela – umas vezes quer dizer chuva, outras vezes bom tempo
Mas que haverá com a lua que sempre que a gente olha é com um novo espanto?
Mas que susto não irão levar essas velhas carolas se Deus existe mesmo
Melancolia: Maneira romântica de ficar triste
Minha vida é uma colcha de retalhos. Todos da mesma cor

Anúncios

Um comentário sobre “Começando o ano com Mário Quintana

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s